Sistema de Conferências da SBPJor, 7º Encontro do JPJor

Tamanho da fonte: 
Narrativa jornalística nos cadernos culturais da Folha de S. Paulo: a transmissão do seriado Twin Peaks no Brasil
Fabiano Scheck Ferraz

Última alteração: 2017-09-09

Resumo


Este artigo tem o objetivo de analisar criticamente a narrativa jornalística construída sobre o seriado Twin Peaks dos criadores Mark Frost e David Lynch nos cadernos culturais Ilustrada e Televisão da Folha de S. Paulo no início da década de 1990.  Para o desenvolvimento da pesquisa, entendemos que o jornalismo cultural está atrelado a entretenimento e consumo. A Folha de S. Paulo faz parte do conglomerado jornalístico Grupo Folha, um fruto da indústria cultural. Sobre Twin Peaks, observamos como um produto e uma narrativa televisual. Através da metodologia de análise crítica da narrativa, chegamos à narrativa jornalística específica das notícias relacionadas à transmissão da série na televisão brasileira. Concluímos que há um universo de múltiplas narrativas ou uma única narrativa formada por muitas. A Ilustrada era um sistema perito de cultura e cultuava o seriado.

Palavras-chave


Narrativa jornalística; jornalismo cultural; Folha de S. Paulo; Twin Peaks; Narrativa televisual.

Texto completo: PDF