Sistema de Conferências da SBPJor, 7º Encontro do JPJor

Tamanho da fonte: 
Narrativa jornalística e poesia cabralina no rastro do concreto: os dilemas da objetividade nas coberturas política e econômica no Brasil
Lethícia Bueno Bernardo de Oliveira

Última alteração: 2017-09-09

Resumo


Este artigo problematiza e discute a objetividade como estratégia discursiva para assegurar credibilidade a certas narrativas jornalísticas presentes nas editorias de Política e Economia dos jornais O Globo, Folha de S. Paulo e O Estado de S. Paulo , e por dois influentes sítios da web que se dedicam, igualmente, aos acontecimentos nos campos político e econômico: Jornal GGN e Brasil 247 . O conceito de objetividade é discutido a partir dos incômodos do escritor João Cabral de Melo Neto, conhecido por sua aversão aos subjetivismos, como é possível observar no poema Morte e Vida Severina , relato da fome e miséria de um retirante nordestino. Os incômodos de JCMN serão confrontados com elementos da narrativa jornalística identificados em notícias específicas sobre os episódios do “Panelaço”, veiculadas em fevereiro de 2016.


Palavras-chave


jornalismo político; jornalismo econômico; objetividade; concretismo; João Cabral de Melo Neto

Texto completo: PDF